Tudo sobre a produção de uvas e vinhos do Brasil

Artigos recentes

Espumante de 650ml: o melhor custo x benefício

Posted on October 30, 2013 at 3:30 PM

Recentemente, algumas vinícolas, principalmente de grande porte, apostaram em uma alternativa menos tradicional para tentar alcançar novos consumidores de vinhos espumantes, a garrafa de 650 ml. Esta garrafa de vinho espumante chega a custar até 7 ou 8 reais quando em promoção nas redes de supermercado, mas a faixa de preço normal é de 10 a 13, não passando dos R$ 15,00.


Normalmente são espumantes mais simples e produzidos pelo método Charmat, o que permite a produção em maior escala e de menor custo do que o método tradicional de segunda fermentação garrafa. Mas a opção pelo primeiro método também contribui para que sejam espumantes mais fáceis, leves e refrescantes, ideais para conquistar novos adeptos ao consumo da bebida.


O próprio menor porte da garrafa também pode ser considerado uma solução para quem gosta de beber pequenas quantidades, seja com um aperitivo, acompanhando algum prato ou apenas pelo prazer de beber.


As uvas utilizadas são principalmente a Chardonnay, a rainha das uvas brancas, excelente para espumantes, requintada, fina e delicada, e ainda a Riesling Itálico, que não é a Riesling Renano, muito conhecida em outros países. A Riesling Itálico foi introduzida no Brasil em 1900 e teve um ápice de produção na década de 70, justamente pela sua adaptação às nossas condições. Entretanto, perdeu muito espaço na modernização da nossa viticultura, sendo substituída lentamente pelas variedades top's na vitivinicultura mundial. Uma pena. Por ser uma uva que gera um vinho bastante refinado, sutil, leve e refrescante, combina muito bem com o nosso país e com nossos espumantes.


Além disso, o espumante de 650ml quase sempre possui, além do Brut, um versão Demi-sec ou Meio doce. Solução inteligente, uma vez que essa garrafa possui uma diferença muito pequena de preço para os similares como filtrado doce e sidra, e essa versão mais adocicada pode agradar os que costumeiramente optam pelos similares, oferecendo muito maior qualidade a um preço que compensa. E quem prefere os Brut’s, certamente não irá se decepcionar pela excelente relação custo x benefício que o espumante de 650ml oferece. Com certeza, esses espumantes são uma boa pedida para o dia-a-dia!

 

Categories: curiosidades, enologia, consumidor

Post a Comment

Oops!

Oops, you forgot something.

Oops!

The words you entered did not match the given text. Please try again.

Already a member? Sign In

2 Comments

Reply Leandro Ebert
7:31 PM on October 31, 2013 
Olá Nilson, bem vindo ao meu site, obrigado pela visita,

Primeiramente, não se trata apenas de uma quantidade, mas de todo um estilo de vinho, como o texto bem explica.

Além do mais, na maioria das vezes as vinícolas não engarrafam esses vinhos em garrafas de 750, os fazem especialmente para a garrafa de 650, visando alcançar um preço menor e atrair novos consumidores, como os de filtrado doce, que já pagam valores próximos, como já explicado no texto.

Isto sem contar que já fiz o cálculo algumas vezes, e na maioria delas sai o mesmo preço levar 2 garrafas de 650, que dá 1300ml, e uma de 750ml da mesma vinícola. Mas, é claro que não é o mesmo vinho, pois como já expliquei no texto, elas vinificam vinhos mais leves e fáceis exatamente para tal fim.

Eu ainda acho uma grande vantagem dependendo da ocasião, a garrafa de 650ml; Até a quantidade é vantagem às vezes.

Concordo em relação aos impostos, mas não acho que devemos parar e ficar apenas nos lastimando sem fazer nada para melhorar. Esta estratégia do espumante de 650ml é louvável, ao meu ver.


Discordamos (também) quanto à Riesling Itálico. Acho ela uma uva muito interessante especialmente na Serra Gaúcha. A questão da água depende do manejo da planta, ponto de colheita e das condições ambientais, em qualquer uva, inclusive esta citada.

Um abraço e saúde!
Reply Nilson Cesar
11:32 AM on October 31, 2013 
A opção de 650 ml em detrimento a de 750 ml não tem nada de excepcional pois basta dividir e multiplicar para ver que não existe vantagem. O que o bRasil precisa urgente é de redução da carga tributária em todos os segmentos. A Riesling Itálico é boa opção para quem produz e quer faturar pois produz muita água e baixa complexidade.